ESCOLA BÁSICA DE SOARES DOS REIS - VILA NOVA DE GAIA

terça-feira, 5 de março de 2019

A Floresta Portuguesa

Os alunos do 6º B estão a fazer um painel em barro com algumas das árvores da Floresta Portuguesa.



Carvalho e sobreiro
 
Castanheiro

Azevinho



sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Rede Hidrográfica de Gaia

Como verificamos que a maior parte dos alunos desconhece as ribeiras de Gaia recorremos ao PDM de Gaia para aprender um pouco mais sobre estas importantes linhas de água. 

"O Rio Douro apresenta-se como o elemento hidrográfico mais significativo do concelho. Nasce na Serra de Urbion, em Espanha, a cerca de 1700 metros de altitude.  O Rio Douro percorre 27 km no concelho de Vila Nova de Gaia até encontrar a sua foz no Oceano Atlântico. 

Na parte da bacia hidrográfica do Rio Douro abrangida pelo concelho de Gaia destacam-se o Rio Febros e o Rio Uima. 

O Rio Febros, com uma extensão de 17 km, nasce junto ao limite Sul do concelho e desagua no Rio Douro, a Poente do Areinho de Avintes.

O Rio Uima, com uma extensão de cerca de 12 km, em que apenas 8 km atravessam Vila Nova de Gaia,  desagua também no Rio Douro, em Crestuma.

Na parte do concelho mais próximo do litoral, encontram-se as ribeiras atlânticas, ou seja, ribeiras litorais que drenam directamente para o Oceano Atlântico. Na zona da orla costeira, onde o território é quase plano e os cursos de água desenvolvem-se em vales largos e pouco evidenciados na paisagem, destacam-se, de Norte para Sul, a Ribeira de Canidelo; a Ribeira de Atiães; a Ribeira da Madalena; o Rio de Valverde; a Ribeira de Canelas; o Rio do Espírito Santo; o Rio da Granja; o Rio do Juncal e a Ribeira do Mocho, que desagua no concelho de Espinho. "






quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Sementeira de Azevinhos

O azevinho é um arbusto de folha persistente da família das Aquifoliáceas, do género Ilex.
O seu crescimento é muito lento, atingindo em adulto de quatro a seis metros, mas por vezes chegam aos 15 metros ou mais de altura.

Podem viver mais de cem anos. 

É planta muito procurada por ocasião das festas do Natal, devido aos seus frutos vermelhos brilhantes, que contrastam com a cor verde das folhas. 

Os alunos das Brigadas Verdes, usando rolos de cartão do papel higiénico, fizeram uma sementeira de azevinhos. Agora vamos esperar que germinem e depois vamos plantar alguns pela escola.


domingo, 6 de janeiro de 2019

Coroas de Natal

Tradicionalmente em forma de círculo (que significa eternidade), a Coroa de Natal está relacionada com a crença de que este símbolo trará sorte e alegria no novo ano. 
Assim, neste Natal, que queremos ecológico, convidamos todos os Encarregados de Educação a participar no Concurso “Coroas de Natal”, contribuindo para a decoração do polivalente da nossa Escola, trazendo alegria para o ano de 2019! 
Para isso, e dando largas à imaginação, à criatividade e reaproveitando materiais recicláveis confecione o seu próprio símbolo de sorte natalícia.

Aqui ficam alguns dos trabalhos. 
Obrigada a todos os participantes!
























A votação
1º lugar

2º lugar 

2º Lugar 

quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

Calendário do Mar

Para responder ao desafio do ECO-ESCOLAS, os alunos das Brigadas Verdes elaboraram uma colagem para o Calendário do Mar.
"Pretende-se com este desafio, alertar para a conservação da biodiversidade marinha através da  criação de ilustrações para um calendário.
Os trabalhos criados com recurso à técnica de colagem deverão representar a biodiversidade marinha – elementos ou ecossistemas."









quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

Árvore da Natal da Soares dos Reis

Para a construção do Pinheiro de Natal da nossa Escola, todas as turmas foram convidadas a participar. Foi entregue a cada Diretor de Turma um triângulo para ser decorado, recorrendo à reutilização de materiais. Os alunos foram muito criativos e o resultado final ficou espetacular. 
Parabéns a todos!








sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Um Natal Ecológico e Solidário

Os alunos das brigadas verdes fizeram pinheirinhos de Natal...

Depois, para ajudar uma instituição de solidariedade social as turmas compraram os pinheirinhos...

 Em casa, com a ajuda da família, decoraram reutilizando materiais...


Estes são alguns dos trabalhos finais.